Os Vingadores De Varkast

O grande Deus dos Dragões jaz inerte em seu ninho. A culpa é de Valmer. No início dos tempos, a guerra entre os Deuses era totalmente declarada e eles vinham ao plano material com suas verdadeiras formas, para lutar entre si pela conquista de territórios para seus seguidores. Nessa época inominável, Varkast e seu grande exército dracônico dominavam grande parte de Faralchar.

Valmer era o segundo nessa escala de poderio bélico. Com seu exército infernal, ele dominava um terço de Hyralfen, enquanto outro terço pertencia a Varkast e o último era dividido entre os outros deuses.

Finalmente chegou o dia da batalha entre as duas maiores divindades de então. Inicialmente, a guerra foi equilibrada sem muitas perdas para ambos os lados. Os dragões, apesar de estar em desvantagem numérica, ainda se mostravam poderosos o suficiente para segurar as tropas de Valmer muito mais do que o necessário para a vitória. Varkast, então, juntou dez de seus magos mais poderosos, algumas dezenas de guerreiros experientes, os seus Cinco Genasi Draconi e os seus dois generais mais confiáveis (Arkan, o Grande Dragão Vermelho e Surth, o Grande Dragão Dourado) e investiu contra as tropas do flanco direito do exército de Valmer. O caminho foi aberto facilmente e logo Varkast e Valmer se encontraram no campo de batalha. A guerra parou e os dois se entreolharam. Valmer empunhou sua lâmina sangrenta e investiu contra o Deus Dragão. A luta entre as divindades foi a mais poderosa demonstração de poder de toda a história de Faralchar.

Varkast aproveitou a abertura no flanco direito de Valmer e o golpeou com as garras. Isso custou ao dragão uma profunda cicatriz no peito que sangrou muito. No entanto, Valmer perdeu o equilíbrio com o peso da garra de Varkast e foi imobilizado. O Dragão exigiu que Valmer declarasse a guerra perdida e que ordenasse ao exército infernal para retirar-se para onde tinham vindo. Valmer aceitou a proposta, mas, quando Varkast se voltava para comemorar a vitória com seu exército, Valmer o atacou de surpresa com as próprias garras a cicatriz do Dragão. O golpe fez com que Varkast tombasse para a esquerda. Valmer aproveitou a situação e fincou suas garras demoníacas mais profundamente no peito do Dragão e lhe tirou o nobre Coração. Varkast caiu inerte, mas ainda respirava. O exército dracônico ficou surpreso e furioso. Mas, a traição de Valmer era o sinal para que os seus Genasi Furiosi para atacar os filhos do sangue do Dragão. Foi, então, extinta a raça dos Genasi Draconi.

Valmer abriu um portal para o Inferno e levou consigo o Coração de Varkast. O Dragão, para o espanto de todos, levantou-se; ele sagrava rios de sangue nobre; levantou vôo até o seu ninho (onde hoje é a Terra de Ninguém; essa batalha aconteceu onde hoje é o Reino Perdido do Oeste, numa planície que ficou conhecida como Planície da Traição).

As tropas dracônicas, desorganizadas, bateram em retirada. No entanto, os generais Arkan e Surth, dominados pela fúria, foram responsáveis pela destruição de mais da metade das tropas infernais, que também fugiram. Essa épica batalha ficou depois conhecida como a Batalha da Fúria Dracônica.

Os dois generais voltaram para o ninho de Varkast e o encontraram em uma espécie de coma. Arkan disse que os dois generais deveriam atacar Valmer no Inferno para recuperar o Coração de seu Deus, mas Surth disse que fazer isso era precipitado demais. O impasse causou o desentendimento entre os dois e a criação dos dragões cromáticos e metálicos.

Os Vingadores de Varkast são os seguidores de Arkan ou Surth, que até hoje tentam descobrir um jeito para reanimar o Deus Dragão. Abençoados por um mestre dragão, os Vingadores aventuram-se pelo mundo para achar uma saída para o coma de Varkast e para destruir os seguidores do traidor Valmer.

Mas, o treinamento do Vingador de Varkast é apenas o início de sua jornada pela Busca Dracônica. Aqueles que se destacam entre os Vingadores são escolhidos para se transformarem em Cavaleiros de Dragão. O Cavaleiro de Dragão é um Vingador de Varkast que teve a bênção mais cobiçada da Terra de Ninguém. Ele tem sua alma ligada a de um dragão verdadeiro. Essa ligação é mais poderosa do que qualquer outra em Faralchar, mas somente os mais capacitados e competentes a obtém.

O Cavaleiro de Dragão é um Estilo de Luta Épico.

• Nível 1: Bênção do Dragão (Nvl 1, Ser Aceito por um Mestre Dragão, 1 talento, 100XP)
• Nível 2: Magia Dracônica (Nvl 5, Controle dos Fios do Éter 1, 400XP)
• Nível 3: Pele de Dragão (Nvl 9, 900XP)
• Nível4: Resistência a Magia (Nvl 13, 1600XP)
• Nível 5: Poder Dracônico, Imortalidade (Nvl 17, 2500XP)

-Bênção do Dragão(Ext): O Vingador de Varkast é imune a efeitos de sono, medo e paralisia, recebem Visão no Escuro 36m e enxergam quatro vezes mais longe que um mortal comum enxergaria, mesmo sob luz fraca (Visão na Penumbra Apr). Ainda, o Vingador de Varkast passa a ter todos os Testes de Resistência bons.

-Magia Dracônica(Sob): O Vingador de Varkast pode usar a magia Chamado Dracônico como um dragão pode (como uma habildiade sobrenatural e um número ilimitado de vezes por dia, como uma ação padrão que não causa ataques de oportunidade). Ainda, o Vingador recebe um bônus nos testes de Controle dos Fios do Éter igual ao nível no estilo.

-Pele de Dragão(Sob): O vingador de Varkast tem a pele dura como a de um dragão. Ele recebe um bônus de melhoria igual ao nível no estilo em sua Armadura Natural e RD/- igual a duas vezes nível no estilo.

-Resistência a Magia(Ext): O Vingador de Varkast recebe RM igual a onze mais seu nível de personagem.

-Poder Dracônico(Ext): O Vingador de Varkast se torna quase tão poderoso quanto um dragão. Ele recebe um bônus inerente em Força, Constituição e seu atributo usado para Controle dos Fios do Éter igual a 5. Ainda, o Vingador de Varkast torna-se imune a todos os sopros de criaturas do tipo dragão (portanto, não apenas de dragões verdadeiros).

-Imortalidade(Ext): O Vingador de Varkast passa a ser imortal, como os Dragões, portanto ele não recebe mais as penalidades físicas do envelhecimento (mas ainda recebe os bônus mentais). Ainda, sempre que o Vingador de Varkast morrer, ele vai para o Limbo Negro (para onde os Dragões vão) e toda magia que vise ressuscitá-lo não custa componentes materiais, apenas um componente em XP igual a 250 vezes os DVs do Vingador de Varkast.

Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License